Festival de Música de Londrina vai até domingo (29) com apresentações de samba, ópera e balé

A maratona de concertos e apresentações do 38º Festival Internacional de Música de Londrina começou na semana passada e segue até domingo (29 de julho).

Teatro Ouro Verde, Teatro Crystal Palace, auditório do Sesi/AML, Bar Valentino e espaços como empresas, Calçadão central, ônibus e hospitais respiram música durante o Festival.

Para conferir a programação completa do evento, basta clicar no link: Programação 38º Festival Internacional de Música de Londrina.

Separamos alguns concertos e apresentações que achamos que merecem a atenção de vocês. Tem piano, samba, balé e até ópera. Aproveitem!

Os ingressos podem ser adquiridos online ou nos pontos de venda do DiskIngressos. Para os eventos gratuitos, é necessário retirar o ingresso no local com uma hora de antecedência. Para as apresentações no Bar Valentino, o couvert deve ser pago na hora.

A DAMA DAS CAMÉLIAS

O Ballet de Londrina fará a interpretação da famosa obra de Alexandre Dumas Filho ao som de Frédéric Chopin. Ao piano estarão Allan Duarte Manhas e Olga Kiun. A montagem tem direção musical de Marco Antônio de Almeida, direção geral e pesquisa por Marciano Boletti e a coreografia é de Leonardo Ramos.  Quando? Terça (24) às 20h30 / Quarta (25) às 16h e às 20h30. No Teatro Ouro Verde (R. Maranhão, 85 – Centro). Ingressos: R$40 (R$20 meia).

DANÇA FLAMENCA

Apresentação de Dança Flamenca ganha trilha ao vivo. Foto: divulgação.

Um show de dança flamenca com a Cia Michel Càssin, acompanhados de trilha ao vivo, com: Allan Harbas – (São Paulo) na guitarra, Marcyo Bonefon (Uruguay) no cante e Gustavo Rosa – (Porto Alegre) na percussão.
Quando? Terça (24) às 22h. No Bar Valentino (R. Pref. Faria Lima, 486 – Jardim Maringá). Couvert: R$10.

WIND ENSEMBLE
O quinteto é formado por Rubem Schuenck (flauta), Luís Carlos Justi (oboé), Pedro Robatto (clarinete), Adalto Soares (trompa) e Aloysio Fagerlande (fagote), todos renomados professores que comandam as aulas dos instrumentos de sopros durante o Festival. No programa, obras de Beethoven e Klughardt. Quando? Quarta (25) às 18h30. No Teatro Crystal Palace (R. Quintino Bocaiúva, 15). Ingressos R$20 (R$10 meia).

TEM PIMENTA NO SAMBA! Com Bethânia e o Bando de Qualquer Um

Show “Tem Pimenta no Samba” homenageia Elis Regina. Foto: divulgação.

O show “Tem Pimenta no Samba” vem relembrar a versatilidade de Elis Regina, que transitava em diversos gêneros musicais com notoriedade. Não se trata de um show de cover ou algo semelhante. A intenção é apresentar um repertório com cara nova, usando instrumentação característica do samba: violão 7 cordas, cavaco, pandeiro, repique de mão e por aí vai… No vocal, a cantora Bethânia tem a responsabilidade de conduzir essa grande festa, propondo ao público um passeio nos sambas já gravados por Elis. Quando? Quarta (25) às 22h. No Bar Valentino (R. Pref. Faria Lima, 486 – Jardim Maringá). Couvert: R$10.

BAILINHO DO PLANTÃO SORRISO

A trupe do Plantão Sorriso realiza duas apresentações gratuitas durante o Festival. Foto: divulgação.

A Trupe do Plantão Sorriso tem feito todo mundo cantar e dançar com a apresentação de seu mais novo show, o “Bailinho do Plantão”. O repertório traz canções clássicas que marcaram a infância de muitas gerações, além de cantigas folclóricas e populares que ganharam uma nova roupagem na voz dos palhaços, que adicionaram piadas e brincadeiras, tornando a apresentação ainda mais divertida. Quando? Quinta (26) às 16h e às 14h. SESI/AML (Praça Primeiro de Maio, 130 em frente a Concha Acústica – Centro). Sessões gratuitas – sujeito a lotação do espaço

QUARTETO RADAMÉS GNATTALI
Os quarteto formado por Carla Rincón (violino I), Andréia Carizzi (violino II), Hugo Pilger (violoncelo) e Marco Catto (viola), além de homenagear um dos maiores gênios da música brasileira, investem na aproximação entre a produção de câmara latino-americana e o público contemporâneo. Com participação especial de Ana Valéria Poles (contrabaixo), o espetáculo traz obras de Gnattali e Guerra-Peixe. Quando? Quinta (26), às 18h30. No Teatro Crystal Palace (R. Quintino Bocaiúva, 15). Ingressos R$20 (R$10 meia).

TRIO MAMBEMBE

Trio Mambembe se apresenta no Festival by Night. Foto: divulgação.

Trio Mambembe é um trio vocal cênico formado em 2010 propondo estudar os musicais brasileiros e a pesquisa que investigue a intersecção entre música e teatro. O espetáculo “Cara malandragem, a Sambópera do Malandro” estreou em 2012 sob a direção de Sandra Parra. O resultado de sua circulação originou o Disco “Sambópera do Malandro”, só com canções de Chico Buarque, lançado no fim de 2017 pelo Trio Mambembe. Quando? Quinta (26) às 22h. No Bar Valentino (R. Pref. Faria Lima, 486 – Jardim Maringá). Couvert: R$10.

CARMEN, de Georges Bizet – ÓPERA

Para marcar o Encerramento do 38º FIML, um grandioso “finale” com uma das mais populares óperas do mundo: Carmen, de Georges Bizet. Ambientada em Sevilha em 1820, a ópera narra a história da cigana Carmen, uma mulher que seduzia os homens e os levava à perdição. Em formato pocket contará com 4 solistas e Orquestra, Coro e Coro Infantil do 38º FIML, sob regência do Maestro Daisuke Soga (Japão) e Direção Musical de Kalinka Damiani. Solistas: Ariadne Oliveira, Ricardo de Castro, Kalinka Damiani e Douglas Hahn. Participação especial da Cia Michel Càssin. Quando? Sexta (27) às 20h30 / Sábado (28) às 20h30. No Teatro Ouro Verde (R. Maranhão, 85 – Centro). Ingressos: R$40 (R$20 meia).

Atenção: as informações, promoções e preços descritos referem-se a data da publicação e estão sujeitos a alterações sem aviso prévio.

Publicado por