Bar Lorena

uma experiência gastronômica extraordinária quando se trata de bolinhos de carne

Publicado por em 13/03/2013

Demorei pra virar londrinense, foi só depois dos vinte, quando minha namorada me apresentou aquele que seria pra mim o melhor bolinho de carne de todos os tempos. Insuperável, de modo que é inimaginável pensar na possibilidade de uma experiência gastronômica tão extraordinária quando se trata de bolinhos de carne, meu salgado favorito.

Bar Lorena Londrina

Como toda baixa gastronomia que se preze, o Bar Lorena, um pequeno estabelecimento na Quintino, não tem atrativo especial algum, aliás, de bar o lugar não tem quase nada, a não ser o balcão em “U” com as cadeiras altas. Até dá pra tomar cerveja ou comprar um cigarro solto, mas ao colocar os pés no lugar o cheiro constante das frituras preparadas com maestria não te deixa pensar em outra coisa, constante porque o óleo não esfria, é uma remessa salgados atrás da outra.

Bar Lorena Londrina

Não bastasse o bolinho de carne ser o melhor possível, há ainda aqueles que preferem o bolinho de queijo. Fosse esticado o queijo de uma mordida seria suficiente pra dar uma volta no zerão.

Bar Lorena Londrina

E cada vez das dezenas de vezes que como no Lorena, a sensação é a mesma, e me pergunto se um dia vou cansar de me impressionar. Não vou, já que é ali, nesse boteco da Quintino que quase não vende cerveja, o mais próximo de Deus que a mim é possível estar.

Bar Lorena Londrina

Cada salgado custa R$3,80. Em duas pessoas, com um refri, gastamos cerca de R$25,00.

Bar Lorena

Quanto?

  • EM MÉDIA R$15
  • EM MÉDIA R$30

O que?

  • CAFÉS, DOCES E SALGADOS

Atenção: as informações, promoções e preços descritos referem-se a data da publicação e estão sujeitos a alterações sem aviso prévio.

14 Comentários para “Bar Lorena”

  1. Todos os salgados são ótimos mas o carro chefe é o tradicional Bolovo. Sem carne no meio, apenas ovo e massa sequinha e crocante. O diferencial é o ambiente limpo e minimalista comparado aos butecos de esquina, sem frescura. Para acompanha uma boa pedida é a Coca Cola de garrafinha sempre gelada!
    Pena que fecha no período do almoço.

    Responder
  2. Pra quem curte um bolinho de carne vale a pena provar o do Bar do Tião na Vila Casoni e o bolinho do Bar do Tomio na Vila Brasil.

    Responder
  3. "(…) já que é ali, nesse boteco da Quintino que quase não vende cerveja, o mais próximo de Deus que a mim é possível estar." Caio usando das belas apelações religiosas para se fazer entendido. ÓTIMO. Texto rico! Tô salivando com a foto e a descrição do bolinho de queijo. Maravilha… SAUDADES de Londrininha.

    Responder
  4. Paulo Francisco de Carvalho

    Olá pessoal. Parabéns pelas dicas – quando for até Londrina vou pedir para o meu filho André Tottene me levar para curtir esses bolinhos. Abraços.

    Responder
  5. Não posso deixar de recomendar o bolinho de carne e a coxinha de mandioca da lanchonete deguste. Quem está sempre no h.u. conhece bem. Vale a pena conhecer.

    Responder
  6. Dei uma passadinha lá, outro dia pra matar a saudade. Saudade do bolinho de ovo, do bolinho de carne, da coxinha e tudo acompanhado por uma "TUBAÍNA", essa não pode faltar. Isso tudo é pra lembrar da minha adolescência, tempos bons aqueles. Por incrível que pareça Londrina ainda possui lugares tradicionais, que continuam funcionando com os mesmos donos desde que foram criados. Eu citaria o Bar Lorena (Rua Quintino), Quitanda Sergipe (Rua Sergipe, onde degustamos a melhor vitamina da cidade) e Suco do Renato (Rodoviária). A maior curiosidade desses estabelecimentos é que os proprietários são de famílias de descendência japonesa. Eu amo esta cidade!!!!

    Responder

Responder